Ad Home

Canal transborda e moradores bloqueiam a Avenida Suburbana




Eles pediram providências contra inundação que levou dejetos para casas
Moradores do bairro do Lobato, Subúrbio Ferroviário de Salvador, atearam fogo em pneus e outros objetos, nesta quinta-feira (26), bloqueando a passagem de veículos nos dois sentidos da Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana). O protesto, que provocou um longo congestionamento na região, ocorreu por volta das 11h, após um canal transbordar, levando lixo e dejetos biológicos para as casas do entorno.
Segundo os moradores, a água não tem escoado e o nível do canal vinha aumentando, até que transbordou. “A água tava subindo há semanas, hoje piorou”, relata Jucilene Costa, 50 anos. “A rua está cheia de água, tá podre! Coloquei jante de carro pro povo conseguir passar. Na Rua Maria Amaral não tá mais passando gente, todo mundo saiu de casa porque a água fedida invadiu”, relata o morador Diomar Batista, 47.
Os manifestantes alegam que pretendiam chamar a atenção do poder público para o cenário. “Desde a semana passada estou ligando para a Seman [Secretaria Municipal de Manutenção]. Eles estão dizendo que dão prioridade para a questão, mas ainda não mandaram nenhuma equipe aqui”, comenta Diomar, que também esteve na manifestação.
Os moradores afirmam que a limpeza do canal é feita por eles próprios. “A gente paga uma pessoa para capinar o mato na beira do canal”, conta Jucilene. Para os moradores, a situação pode ficar muito mais grave se o volume de água aumentar. “Se a maré encher, ou se chover, vai ser pior ainda”, prevê Diomar.
Ele lembra que já ocorreram alagamentos em outros períodos, no local. “Tem uns oito anos que isso vem acontecendo. Já teve época que tiveram que vir de barco tirar o povo daqui", conta o morador, que vive há 35 anos na região, e explica que a água do canal passa pelo Alto do Cabrito e pela Suburbana, onde dejetos não tratados são jogados pelos habitantes
Policiais militares e bombeiros estiveram no local e liberaram a via nos dois sentidos por volta das 13h30. Os moradores ouvidos pelo CORREIO afirmam que devem se reunir novamente nesta sexta (27), pela manhã, para voltar a cobrar respostas.
Por meio de sua assessoria, a prefeitura afirmou que a Seman vai encaminhar uma equipe para vistoriar a área e tomar as devidas providências. A pasta disse ainda que tem feito periodicamente limpeza de canais em toda a cidade e que, muitas vezes, os problemas são causados pelos próprios moradores que jogam lixo e entulho dentro dos canais, obstruindo o escoamento da água.
Fonte: Correio24hs.
Tecnologia do Blogger.