Ad Home

Governo considera acidentes com moto o “mais grave problema de saúde pública” do estado

O governo do Estado tem se preocupado com o alto índice de mortes por conta de acidentes de moto nas rodovias baianas. De acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), só entre 2010 e 2014 foram 29.586 mortos decorrentes da situação.
O secretário de saúde do Estado, Fábio Villas-Boas, já avalia os números como indícios de que os acidentes com moto são “o maior e mais grave problema de saúde pública do estado”, como dito em nota enviada à imprensa.
Se o número absoluto surpreende, o crescimento na taxa de mortalidade envolvendo acidentes de trânsito também assusta. Entre 2000 e 2014, o total de acidentes por cada 100 mil habitantes aumentou 105,6%. Os óbitos envolvendo apenas motociclistas cresceram 481,2%.
Por conta disso, a administração pública estadual tem pensado em formas de reduzir ao máximo os acidentes com moto nas rodovias e centros urbanos. As ideias iniciais são incluir os acidentes de trânsito como doença de notificação compulsória pelas unidades de saúde, ampliar e descentralizar as blitz de alcoolemia, criar um plano de segurança viária e unir entidades governamentais e sociedade civil através de um aplicativo para dispositivos móveis que permita o georeferenciamento dos acidentes.
Vejamais
Tecnologia do Blogger.