Ad Home

MPF distribui investigações por irregularidades em dez confederações, Comitê Olímpico e Comitê Paralímpico


O Ministério Público Federal em São Paulo informou nessa quarta-feira ao Tribunal de Contas da União que está encaminhando para outras cinco unidades do MPF auditorias do TCU que apontam a má aplicação de recursos da União, oriundos de loterias, e distribuídos pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para dez confederações esportivas brasileiras. Os relatórios vieram a público entre as matérias da série de reportagens Dossiê das Contas, do Jogo Limpo, da ESPN.

Foram encaminhados para outras unidades do MPF casos referentes a confederações desportivas cujas sedes não estão localizadas em São Paulo ou que não tratam, a princípio, de irregularidades cometidas nessa capital. Para a Procuradoria da República no Estado do Rio de Janeiro foram encaminhados dados de auditorias do TCU sobre as confederações de Basquete, Judô e Vôlei, além do Comitê Olímpico Brasileiro, do Hipismo e dos Desportos para Deficientes Visuais.
Para a Procuradoria da República de Campinas foi enviado procedimento relativo à Confederação Brasileira de Clubes, enquanto a unidade de Londrina recebeu relatório sobre o Ciclismo. Já a Procuradoria da República no Estado de Sergipe receberá cópias da auditoria sobre a Confederação Brasileira de Ginástica e, por fim, a Procuradoria da República no Distrito Federal vai investigar o Comitê Paraolímpico Brasileiro.
Os casos relativos à Confederação Brasileira de Atletismo e de Desportos Aquáticoscontinuarão sendo apurados pelo MPF em São Paulo.
Tecnologia do Blogger.