Ad Home

Concessão do Aeroporto de Salvador à empresa francesa é assinada em cerimônia no Planalto


O Governo Federal realizou nesta quinta-feira (27) uma cerimônia no Palácio do Planalto para anunciar a assinatura da concessão de quatro aeroportos do Brasil à iniciativa privada. Entre eles está o de Salvador, que foi leiloado em março deste ano à Vanci, pelo valor de R$ 660 milhões de reais. Com as assinaturas, o governo recebe, à vista, R$ 1,4 bilhão.
"Esta cerimônia é reveladora do esforço de modernização do nosso governo para colocar o Brasil no século XXI. Já foi dito aqui que as concessões dos aeroportos são as primeiras já dentro do novo modelo de concessão que reformulamos, que é mais racional, mais previsível e mais seguro. E o resultado, sem exagero algum, é extraordinário", destacou o presidente Michel Temer.
Para o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, a assinatura da concessão à iniciativa privada será benéfica para o setor uma vez que, o aeroporto de Salvador, além dos de Fortaleza, Florianópolis e Porto Alegre, detém 12% de todo o mercado doméstico. De acordo com Quintella, a medida provisória 779 está possibilitando a melhoria na prestação de serviços. "Foi com essa nova modelagem que em março leiloamos esses quatro aeroportos com grande sucesso. Os vencedores foram essas três empresas que são grifes internacionais. Certamente agregarão experiência, competitividade, tecnologia e inovação ao setor", declarou o ministro.
Também presente no evento, o Secretário de Turismo da Bahia, José Alves, afirmou ao Metro1 que o estado vai enfrentar um novo momento no turismo. " A minha expectativa é que em pouco tempo a gente tenha um aeroporto melhor e a gente tenha novos vôos", disse.
Os prazos dos contratos de concessão são de 30 anos, com exceção do aeroporto de Porto Alegre, que é de 25 anos. Os contratos poderão ser prorrogados por mais cinco anos.
Tecnologia do Blogger.