Ad Home

Bancos depositam R$ 419 mil de Lula em contas judiciais por ordem de Moro


Por ordem do juiz federal Sérgio Moto, R$ 419.193,53 confiscados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram depositados em contas judiciais nesta segunda-feira (24). O juiz já havia mandado o Banco Central bloquear R$ 606.727,12 do petista, na última terça-feira (18). Foram confiscados ainda outros R$ 9 milhões do ex-presidente na BrasilPrev. O congelamento dos ativos de Lula foi decretado a pedido do Ministério Público Federal.
Os R$ 606,7 mil foram encontrados inicialmente em quatro contas de Lula: R$ 397.636,09 (Banco do Brasil), R$ 123.831,05 (Caixa Econômica Federal), R$ 63.702,54 (Bradesco) e R$ 21.557,44 (Itaú). Além do dinheiro, também foram confiscados por Moro três apartamentos, um terreno e dois veículos do ex-presidente.
O pedido de bloqueio do dinheiro de Lula foi realizado pelo Ministério Público Federal em 4 de outubro de 2016. A decisão que manda confiscar os valores é de 14 de julho deste ano.

Metro

Tecnologia do Blogger.