Ad Home

Apesar da queda no desemprego, mais de 1 milhão de vagas formais foram fechadas no Brasil


Mesmo com a queda na taxa de desemprego, que no trimestre encerrado em junho foi de 13%, o mercado de trabalho brasileiro perdeu 1,093 milhão de vagas com carteira assinada no período de um ano. De acordo com o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, que falou ao jornal Estado de S.Paulo, o número de trabalhadores formais está no patamar mais baixo da série histórica, com 33,331 milhões de pessoas.
O contingente de vagas formais no setor privado teve queda de 3,2% no segundo trimestre, se comparado ao mesmo período de 2016, de acordo com o levantamento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo IBGE.
Desde o início de 2017, a população ocupada tem caído a ritmos menores, contribuiu para a queda da taxa geral de desemprego, de 13,7% no primeiro trimestre, para 13% no trimestre encerrado em junho. De acordo com Azeredo, a geração de vagas no segundo período foi impulsionada por empregos informais no setor alimentício, além de ocupações como cabeleireiro e motorista.
Laura Lorenzo
Tecnologia do Blogger.