Ad Home

Sinais de que a gengiva não está saudável

Sangramento é o principal indicativo de que algo está errado; veja também doenças que podem atingir a gengiva e fique atento aos cuidados recomendados por especialistas


Além de visitas regulares ao dentista, de seis em seis meses, é preciso investir também em cuidados diários com toda a boca. A gengiva, por exemplo, é capaz de sinalizar se há algum problema local ou mesmo uma doença mais séria, que pode atingir o corpo todo. O sinal mais evidente de que algo está errado, explicam especialistas, é o sangramento fácil ao escovar os dentes, passar fio dental ou até apenas tocar o local.
Uma gengiva saudável, explica o cirurgião bucomaxilofacial, José Flávio Torezan, é rósea e tem uma textura firme. Quando ela incha, fica mais avermelhada do que o padrão e sangra ao toque da escova ou do fio dental é preciso ficar atento e procurar um dentista porque tem algo de errado acontecendo.
Gengitive
gengiva doente, outras condições mais sérias podem aparecer. O cirurgião-dentista Alberto dos Reis Conde Junior explica que a maior causa dos sangramentos é a gengivite. Por sua vez, a principal responsável pela gengivite é a má higiene bucal.
“A gengivite é causada por uma placa bacteriana que, quando não removida, causa uma inflamação na gengiva. Ela incha na tentativa de combater a presença da placa, mas é inútil”, explica.
Quando essa placa não é removida, pode se calcificar. “Pode virar uma cárie ou um tártaro”, explica Alberto, que também é especialista em ortodontia. Ele ainda alerta: “Só o dentista consegue remover o tártaro, pois é preciso usar um instrumento adequado”.
Tecnologia do Blogger.