Ad Home

Estudantes do Subúrbio vão aprender a identificar mosquito da dengue


Estudantes da Escola Estadual Tereza Helena Mata Pires, no Alto do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, e moradores da comunidade, poderão fazer observação microscópica de larvas do mosquito Aedes Aegypti, serão orientados sobre a biologia do mosquito e como combatê-lo nesta quarta-feira (24). É o que Laboratório Volante do Ciência-móvel, da Fundação Oswaldo Cruz  (Fiocruz), vai aportar no local.
Parceria do programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, com a Fiocruz, a iniciativa envolverá passeata, palestras e visitas às casas vizinhas à escola, num movimento chamado “Acorda Comunidade”. Durante a incursão, os estudantes poderão, inclusive, acompanhado de técnicos, identificar um foco do mosquito em casas da vizinhança da escola.
As escolas estaduais estão mobilizadas na luta contra o Aedes Aegypti, transmissor da zika, dengue e chikungunya. As ações integram a campanha do Governo do Estado e incluem orientações e oficinas para que a comunidade estudantil contribua com a prevenção e o combate ao mosquito.

Correio
Tecnologia do Blogger.