Ad Home

Casos de fraturas e lesões aumentam 20% nas férias

Finalmente, férias! Chegou a hora de aproveitar a folga na escola e no trabalho para viajar, brincar com os amigos e se aventurar. Nesta época do ano, tudo (ou quase tudo), está liberado. Mas é preciso ter cuidado para não tornar o período que é sinônimo de diversão em um verdadeiro castigo.
De acordo com o ortopedista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Eduardo Nannini, nesta época do ano, o número de atendimentos no Pronto-Socorro de Ortopedia chega a aumentar 20%. “As principais vítimas são as crianças, porém, também existe um aumento significativo de fraturas e lesões ortopédicas em adultos que saem de férias e se expõem mais ao lazer”, revela.
As lesões mais frequentes são as fraturas em membros superiores, principalmente mão e punho. “Em crianças, elas ocorrem por conta de traumas devido a quedas em parques, de bicicleta ou skate e durante a prática de esportes de contato, como o futebol. Já em adultos, as principais causas são acidentes de carro ou moto e prática de esportes”, explica.
No socorro à vítima, é preciso ter cuidado para não agravar o quadro. “O membro afetado deve ser o menos manipulado possível. A imobilização é importante, mas não se deve tentar colocar o osso no lugar. Compressas com gelo são bem-vindas, mas em casos de fraturas que tenham exposição óssea, deve-se apenas cobrir a ferida e ir imediatamente para o Pronto-Socorro”, orienta o especialista.
O tratamento varia de acordo com o tipo de fratura ou lesão sofrida. “Em casos mais simples, de fraturas fechadas e sem desvio do osso, geralmente, é feita imobilização com gesso por quatro semanas. Casos mais graves, como de fraturas expostas, exigem tratamento cirúrgico e o tempo de reabilitação pode chegar a até 12 semanas”, alerta o médico.
Para minimizar as chances de passar o período de férias se recuperando de fraturas e lesões, é necessário usar equipamentos de proteção específicos para cada esporte. “Os capacetes, luvas e joelheiras são fundamentais para a prática de skate ou bicicleta. Para esportes de contato, como futebol ou vôlei, é preciso utilizar caneleiras e joelheiras. A escolha do lugar adequado para a atividade também ajuda a prevenir os acidentes”, finaliza Nannini.
Lifestyle
Tecnologia do Blogger.