Ad Home

O senador e ex-jogador também considerou que nenhum dos candidatos atuais à presidência da Fifa "é confiável"

Em entrevista publicada pelo jornal L'Équipe, Romário disparou contra o francês Michel Platini. Mesmo que de forma mais comedida, diferente do que costuma fazer no Congresso, o senador criticou as atitudes do presidente da UEFA, a quem acusa de "ter colaborado muitos anos com a máfia" que havia na entidade máxima do futebol mundial.
"Platini colaborou muitos anos com esta máfia na Fifa. Não digo que ele é corrupto, mas foi contaminado pelo sistema. Se for eleito, poderá manter tudo isto e a Fifa vai continuar sendo a merda que vemos hoje", afirmou Romário na entrevista.
O ex-jogador assinalou que "é preciso agradecer o FBI por seu trabalho que tem questionado os dirigentes da Fifa", e também os da Conmebol e da Confederação Brasileira de Futebol.
Leia também: Dirigente de federação africana é suspenso por seis anos pela Fifa
Romário se mostrou convencido de que a seleção brasileira vai se classificar para a Copa da Rússia, "mas o futebol brasileiro nunca esteve tão podre em seus bastidores", opinou. "As outras seleções são ainda piores que o Brasil, portanto tenho certeza de que vamos nos classificar para a Copa", disse o tetracampeão.
O ex-atacante também opinou que, atualmente, "não há nenhum jogador digno de vestir a camisa 9" da seleção e se mostrou particularmente crítico com o ex-capitão Thiago Silva, que "demonstrou que não tem personalidade para vestir o uniforme da seleção"
EFE
Tecnologia do Blogger.