Ad Home

Governistas iniciam debate sobre 2016

A primeira reunião do Conselho Político do governo do estado aconteceu ontem, sem a presença do governador Rui Costa (PT), que se encontra em viagem oficial pela Europa, e contou com a presença de todos os presidentes dos partidos aliados. As eleições de 2016  dominaram a pauta do debate, sob comando do governador em exercício, João Leão, que também é presidente do PP na Bahia. Os dirigentes do PT, PCdoB, PSD, PSB, PTB, PTN e outras siglas aliadas estiveram no encontro e saíram com a avaliação de que a iniciativa foi positiva.
O saldo da reunião foi o seguinte: as eleições do ano que vem serão tratadas pelo conselho em três grupos, sendo eles o que versa sobre os municípios de pequeno porte, dos médios e dos três que têm possibilidade de segundo turno, no caso de Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista. Esse último time será o assunto principal de outra reunião que deve ocorrer no final deste mês de outubro para nortear os critérios da base governista.
Para o deputado federal Daniel Almeida, presidente do PCdoB no estado, o encontro foi bastante proveitoso. “Afinal, começamos a tratar de formar oficial estratégias para 2016.  Falou-se de forma muito franca sobre a necessidade de essas reuniões acontecerem com maior frequência. Discutimos o objetivo dos partidos da base buscando dialogar em cada municípios dentre 50 principais, onde se priorizará as discussões com a finalidade de unificar os partidos da base para a disputa. A meta é sempre levar em conta o objetivo de alcançar a vitória para partido da base. Onde isso não for possível, que haja uma convivência leal, respeitosa”, explicou o parlamentar, cujo partido já adiantou e definiu pré-candidatos em Salvador, Alice Portugal, Itabuna, com Davidson Magalhães, Vitória da Conquista, com o deputado Fabrício Falcão, Barreiras, com Kelly Magalhães, entre outros municípios em que a agremiação estuda lançar postulante às prefeituras. 
“Consideramos adequada essa busca de entendimento a partir do governador, embora não tenha a participação de Rui, mas com o vice, esse esforço de combinar para as disputas de 2016. Sempre desejamos que o conselho funcionasse com regularidade, e ter esse primeiro encontro para tratar das eleições já é um primeiro passo. Que ele volte a se reunir mais vezes para discutir o governo como um todo”, sugeriu Almeida.
Comandando apenas a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia no governo petista, o PTB, através do seu presidente Jonival Lucas também esteve presente no encontro. “Esse primeiro encontro é muito incipiente, apenas para se avaliar a postura dos partidos nas próximas eleições. A gente espera que os partidos possam se alinhar, ver as possibilidades, seus problemas internos, para que no próximo encontro possamos afinar os detalhes”, disse o petebista.
O PTN, assim como o PSB, chegou ao arco de alianças do governo Rui Costa há pouco tempo e, segundo seu presidente estadual, o deputado João Carlos Bacelar, o saldo da reunião “foi muito bom”. Conforme apuração da reportagem, o núcleo político definiu que os novatos no governo terão o mesmo tratamento que os partidos que já vêm desde as eleições de outubro ao lado do PT. “A gente traçou estratégias com vistas às eleições de 2016 e fizemos uma análise do governo e dos princípios que vão nos nortear. Temos que fortalecer o nosso campo e a prioridade nesse caso é a aliança entre os partidos que compõem o governo”, destacou Bacelar.
Além dos presidentes partidários, participaram do debate o secretário de Relações Institucionais da Bahia, Josias Gomes, e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (sem partido).
Tribuna
Tecnologia do Blogger.