Ad Home

Bahia empata por 1 a 1 em jogo dominado pelo Sampaio Corrêa

Separados por apenas dois pontos na tabela, Bahia e Sampaio Corrêa fizeram neste sábado (19/9), na Arena Fonte Nova, em Salvador, um confronto decisivo para as pretensões dos dois times nesta Série B.  
O Bahia defendia uma invencibilidade como mandante na competição. Em 13 jogos, foram 10 vitórias e 3 empates. Já o Sampaio Corrêa, após o empate com o Criciúma, tentava encerrar sua semana longe de São Luís com mais pontos e, de preferência, de volta ao G-4.
Pelo lado do time baiano, o técnico Sergio Soares não poderia contar com Tiago Real e Maxi Biancucchi.
O jogo
O tricolor baiano começou sufocando o time visitante, que tinha dificuldade em armar as jogadas, mas foi o Sampaio Corrêa que teve a primeira grande chance, aos 7 minutos, em jogada pelo lado esquerdo de ataque. Edgar bateu rasteiro. Douglas Pires soltou e no bate rebate Nadson tentou o gol, mas a bola acabou afastada pela defesa do Bahia.
O lance animou o Sampaio, e o jogo ficou mais disputado no meio de campo com os dois times errando passes na saída de bola.
E foi de novo o visitante, melhor em campo àquela altura, que teve outra boa oportunidade, aos 24 minutos. Edgar foi lançado, a bola passou pela zaga do Bahia, e na saída de Douglas Pires o atacante tocou por cima do goleiro. A bola saiu pelo lado direito da trave.
Mas Simões tocou com a mão na bola depois de ser driblado por Cicinho dentro da área e o juiz Celio Amorim marcou pênalti, cobrado por Kieza aos 34 minutos. Gol do Bahia.
O gol de empate quase saiu logo aos 2 minutos do segundo tempo. Nadson recebeu ótimo cruzamento, ganhou dos zagueiros e na hora do chute foi travado.
E aos 5 minutos Jheimy tocou para o gol, após cobrança de escanteio e muita confusão na área. Plínio tentou várias vezes até Jheimy chegar chutando para vencer a defesa do Bahia. Gol do Sampaio Corrêa.
Aos 13, Edgar recebeu na área e fez o cabeceio. A bola desviou na perna de Cicinho. Quase sai o gol da virada.
Repetia-se no segundo tempo o que se viu a partir da metade do primeiro: o Sampaio Corrêa jogava no campo do Bahia e pressionava o time da casa.
Aos 43, o Sampaio perdeu outra boa chance. Edgar ganhou mais uma da defesa do Bahia e bateu cruzado. A bola passou muito perto da meta de Douglas Pires.
Tribuna
Tecnologia do Blogger.