Ad Home

Com Copa do Mundo, cerveja sobe 75% no entorno do Maracanã


Estádio do Maracanã (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)Não é barata a vida do torcedor no Maracanã. Em um mês, os preços das bebidas vendidas no entorno do estádio dispararam. No caso da cerveja, o G1 verificou que a alta chegou a 75% – com a latinha sendo vendida a R$ 7,90 na última quarta-feira (18), dia em que o Chile eliminou a Espanha da Copa do Mundo. Um mês antes, em 12 de maio, no mesmo bar, a latinha saía por R$ 4,50.
Em outros quatro estabelecimentos pesquisados pelo G1, já nem havia cerveja em lata à venda. Quem quisesse a bebida tinha que recorrer à long neck – cujo preço variava de R$ 7,90 a R$ 9,90 – ou à garrafa de 600 ml, vendida por preços entre R$ 9,50 e R$ 9,90.
O torcedor que quis ficar no refrigerante também pagou caro. O preço da latinha subiu até 66%, passando de R$ 4,40 para R$ 7,20 em um dos locais pesquisados. Dos cinco estabelecimentos onde a reportagem esteve, apenas dois mantiveram os preços do refrigerante estáveis.
Até a água sofreu com a “inflação da Copa”: em um dos bares, a garrafinha teve alta de 69%, passando de R$ 2,90 para R$ 4,90 no intervalo pesquisado. Um dos locais cobrava R$ 5 pela água, bem acima dos R$ 3,50 cobrados em maio. Apenas dois estabelecimentos mantiveram o preço estável, em R$ 2 e em R$ 2,50.
Tecnologia do Blogger.