Ad Home

Wagner e ACM Neto lamentam morte de Nelson Mandela




O governador da Bahia Jaques Wagner eo prefeito de salvador lamentaram a morte do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, que ocorreu na noite desta quinta-feira (05).

Wagner lembrou o esforço de Mandela na luta pela igualdade de direitos e falou da importância do legado deixado pelo líder sul-africano. "A morte de Nelson Mandela entristece a humanidade. Esse grande ícone dedicou sua existência à luta incansável contra a intolerância e pela igualdade entre os seres humanos. Pagou o alto preço de décadas de prisão, e nem mesmo isso o enfraqueceu. Foi eleito presidente da África do Sul e pôs fim ao terrível regime do apartheid. Como governador da Bahia, o estado mais negro do Brasil e que sempre se rebelou contra todos os tipos de discriminação, desejo que o legado de Mandela seja um alerta constante para que usemos o melhor de nossos esforços para impedir que homens e mulheres sejam medidos pela cor de sua pele."
 
O prefeito ACM Neto lembrou que Nelson Mandela é um ícone e símbolo mundial da luta pela igualdade. "Ainda vivo, Mandela se imortalizou na História como uma liderança global e expressão fundamental de toda força contrária à tirania, ao preconceito e à discriminação racial. Agora, sem a presença física dele, nos resta continuar a seguir as suas lições, o seu legado de amor, paz, fraternidade e respeito às diversidades", disse o prefeito., acrescentando que Salvador tem uma forte identidade com todo o continente africano e que toda a cidade está de luto com a morte de Mandela, "cujo sorriso cativante vai continuar vivo na memória de todos os baianos".
Aratu
Tecnologia do Blogger.