Ad Home

Mandela morreu tranquilamente", diz presidente da África do Sul



O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, morreu aos 95 anos nesta quinta-feira (5). O anúncio foi feito pelo atual presidente do país, Jacob Zuma, em pronunciamento pela televisão.
Zuma comunicou em um discurso na rede de televisão e rádio pública que Mandela morreu às 20h50 locais em companhia de sua família.

- Morreu em paz, nossa nação perdeu o maior de seus filhos e um pai.

Três horas antes do anúncio, os arredores da casa de Mandela se encheram de cidadãos e meios de comunicação que se anteciparam à notícia.

- Nossos pensamentos estão com os milhões de pessoas no mundo todo que o abraçaram. Sabíamos que este dia chegaria , mas pode diminuir nosso sentido de perda profunda e duradoura.

Mandela foi internado em estado grave no último dia 8 de junho por uma recaída de uma infecção pulmonar, e seu estado passou a ser crítico em 23 de junho.

Apesar das melhores informações divulgadas pela família e pela presidência desde então, a situação do líder não melhorou.

Mandela se transformou em 1994 no primeiro presidente negro da história da África do Sul e liderou, junto com seu antecessor no cargo e último líder do apartheid, Frederik De Klerk, uma transição democrática que evitou uma guerra civil entre brancos e negros no país.

Tinha saído de prisão quatro anos antes, após passar 27 anos preso por suas atividades contra o regime segregacionista, em cujas celas contraiu os problemas respiratórios que lhe provocaram a morte.

"O que tornou Nelson Mandela grande foi precisamente o que o tornou humano. Vimos nele o que buscamos em nós mesmos. Sempre te amaremos, Madiba. Que sua alma descanse em paz", se despediu o presidente da África do Sul.
R7
Tecnologia do Blogger.