Ad Home

Ibiza não é só festa, diz leitor; veja opções de passeios diurnos na ilha

 Praia em Ibiza, ilha que fica no leste da Espanha (Foto: Philipe Verdan/Vc no G1)

A ilha de Ibiza costuma ser associada a festas, paquera e vida noturna – e de fato é muito procurada por jovens que querem aproveitar o clima de balada do balneário espanhol.
O internauta Philipe Verdan, de 25 anos, pôde curtir esse lado festeiro do destino em maio deste ano, junto com dois amigos. Mas ele quis destacar um lado menos conhecido de Ibiza, que o surpreendeu: suas belezas naturais, o estilo de vida simples de seus moradores e seu lado cultural e histórico. “Prefiro olhar para Ibiza como uma ilha com paisagens tranquilas de aspecto rural, temperaturas suaves e um sol radiante”, diz.

O estudante lembra que Ibiza foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, graças a locais como o jazigo fenício da Sa Caleta, a necrópole de Puig des Molins e a cidade antiga.
“As pessoas pouco conhecem dessa parte histórica da ilha, mas lá há centros de arte e passeios culturais que valem a pena”, garante.
Para desfrutar da beleza “inacreditável” da ilha durante o dia, Philipe recomenda alugar um carro ou uma moto tipo "scooter" e visitar praias diferentes. “É barato e você não fica dependendo de táxi”, diz.
Algumas praias ele conheceu e indica são Cala Jondal, Cala Tarida, Cala Hort, Es Canar e Cala Sant Vicent.
Mas, segundo ele, o "êxtase de beleza" da viagem foi o passeio de barco até Formentera, ilha vizinha com praias paradisíacas e pouco urbanizadas. "Vale muito a pena ir", recomenda.

A Cova de Can Marca é um conjunto de grutas iluminadas por lâmpadas coloridas (Foto: Philipe Verdan/Vc no G1)
Grutas
Philipe também gostou de fazer alguns passeios guiados em Ibiza, como o que o levou à Cova de Can Marca, um conjunto de grutas subterrâneas iluminadas com lâmpadas coloridas.
Outro ponto que chamou sua atenção foi o estilo de vida dos moradores. “Percebi que as pessoas vivem um ritmo de vida  tranquilo, buscando esportes ligados à natureza e atividades de bem-estar. Foi um contraste com a imagem das mansões, das raves, do desfile de carros e iates”, diz.
Para fugir do preço inflacionado dos produtos em alguns restaurantes, bares e hotéis, a dica é comprar comida nos supermercados e ficar em albergues.
Tecnologia do Blogger.