Ad Home

Aposentado é Papai Noel de crianças em orfanato de Salvador

Ele decidiu dedicar tempo para ajudar crianças carentes.Coral natalino será apresentado no dia 18. Escola regular funciona no local.

Jesuino vestido de Papai Noel na apresentação do coral das crianças da Casa Pia (Foto: Maiana Belo / G1 Bahia)

Há seis anos, o sargento aposentado da Polícia Militar Jesuíto dos Santos decidiu dedicar parte de seu tempo para ajudar as crianças da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim, em Salvador. Em uma de suas ações, todos os anos ele se veste de Papai Noel para alegrar o Coral de Natal que as crianças da Casa apresentam.
"Quando estava na PM, passei em frente à Casa e vi uma criança sentada no banco chorando, então perguntei porque estava chorando. Ela disse que era porque não tinha pai, nem mãe. Isso mexeu muito comigo e, a partir daquele dia, prometi a Deus que, se ele me desse vida e saúde, trabalharia com essas crianças”, conta.
 
O aposentado é coordenador da disciplina "regras militares". Ele ensina os gestos militares às crianças, mas não deixa de arrecadar alimentos, roupas, remédios e sapatos. “Elas têm um significado muito grande para mim, estou sempre à disposição. Já deixei de presenciar momentos de lazer com a minha família para estar aqui. Eu sempre digo que eu só não vim morar aqui [na Casa Pia] ainda porque tenho família”, relata .
De acordo com o diretor da Casa Pia, José Carlos Travessa, a entidade ajuda 600 crianças, sendo que algumas delas são órfãs. “Algumas moram aqui, pois não têm pai, nem mãe. As outras ficam o dia inteiro, mas voltam para dormir em casa e passar o final de semana com a família”, relata José Carlos.
Para o diretor da Casa Pia, Jesuíto representa o amor e a importância da consciência negra para as crianças. “Ele é muito carinhoso com as crianças, se dedica bastante a elas e essa figura de Natal, que é o Papai Noel, é amor”, afirma.
O coral de Natal e a representação do nascimento de Jesus através do presépio são um momento feliz e único, segundo afirmam as próprias crianças. “O Natal é importante porque comemora o nascimento de Jesus e nós gostamos de ensaiar, vestir as roupas e cantar”. conta a Suelem Cerqueira, 15 anos.
Yuri Antônio, de 16 anos, escolheu fazer aulas de canto desde que entrou na Casa Pia, no ano passado. “Gosto de estudar aqui, pois temos oportunidades de estudo e de aprender música”.
A apresentação do coral das crianças da Casa Pia será realizada no dia 18 de dezembro, às 18, na Igreja de São Joaquim, Cidade Baixa, com entrada gratuita. Os interessados em fazer doações à Casa ou ser voluntários devem ligar para 71 3313-3339.


Crianças da Casa Pia com o Papai Noel  (Foto: Maiana Belo / G1 Bahia)
História
O Colégio Casa Pia de Órfãos de São Joaquim surgiu com o objetivo de acolher crianças e adolescentes. O orfanato foi implantado no final do século XVIII, mais precisamente no ano de 1799, pelo catarinense Joaquim Francisco do Livramento, que recebeu ajuda de comerciantes e representantes públicos de Salvador.
Com o passar dos anos, o local passou a receber, além de crianças órfãs, aquelas que os pais abandonaram, mas que ainda tinha parentes vivos. Estas crianças frequentavam a Casa Pia para estudar e voltar para seus lares, assim como funciona atualmente.
As crianças da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim frequentam a escola regular, que funciona no mesmo local, durante um período e, no outro, podem participar da escola de música, canto, aula de inglês e processamento de dados.
G1
Tecnologia do Blogger.