Ad Home

Médicos descartam infarto do deputado José Genoino


Médicos descartam infarto do deputado José Genoino (© Estadão Conteúdo)

Da Agência Brasil

Brasília - Boletim médico divulgado pelo Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), no início da tarde, descartou um infarto do miocárdio do deputado José Genoino (PT-SP). Ele deu entrada no instituto na tarde de ontem (21), quando foi submetido a uma série de exames.

Segundo o boletim, foi diagnosticado 'níveis pressóricos (pressão arterial)' no paciente que poderiam comprometer o resultado da cirurgia de correção e de dissecção da artéria aorta e 'alteração de coagulação secundário ao uso de anticoagulante, o que aumento o risco de sangramentos.

Segundo os médicos do IC-DF, Genoino tem um histórico clínico de hipertensão arterial sistêmica. Em julho deste ano ele foi operado para a dissecção da aorta e, em agosto, enfrentou outra cirurgia após um acidente vascular cerebral. 'O paciente foi reavaliado pela manhã, encontra-se estável e deverá permanecer internado até o controle adequado da pressão arterial e dos parâmetros de coagulação', informaram os médicos no boletim.

Ontem, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, concedeu prisão domiciliar provisória para que Genoino possa fazer o tratamento médico.
De acordo com a decisão, Genoino poderá cumprir a pena em regime domiciliar ou hospitalar até que ele seja submetido a uma perícia médica. No início da tarde de quinta-feira, Barbosa determinou que uma junta médica formada por, no mínimo, três médicos, produzisse um laudo oficial sobre o estado de saúde de Genoino.

No despacho, Barbosa afirma que concedeu a prisão domiciliar ou hospitalar provisória após ser informado pelo juiz Ademar de Vasconcelos, da Vara Execuções Penais do Distrito Federal (VEP), por telefone, sobre a internação de Genoino. Segundo Barbosa, a informação repassada contradiz documento da VEP enviado ao STF ontem (20) sobre o estado de saúde do parlamentar.
Genoino foi condenado no processo do mensalão e teve a prisão decretada no último dia 15, quando foi preso e transferido para Brasília.
Tecnologia do Blogger.