Ad Home

Vigilância fecha fábrica clandestina de cosméticos em Feira de Santana

 

Órgão fiscalizador afirma que empresa não possui alvará de funcionamento. 
Denúncia foi feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Uma fábrica clandestina de perfume, cosméticos e produtos de higiene pessoal foi fechada na quinta-feira (15) pela Vigilância Sanitária na cidade de Feira de Santana, a 100 km de Salvador. A empresa estava sediada em uma casa no bairro George Américo há três anos, mas já existia há 12.


De acordo com a Vigilância, a fábrica não possuíam alvará de funcionamento e os produtos desenvolvidos no local não tinham certificado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No momento da interdição, os técnicos da prefeitura encontraram grande quantidade de matéria-prima para industrialização de perfumes, comésticos e produtos de higiene pessoal, a exemplo de sabonetes e shampoos.


"A gente chegou até o local através de uma denúncia da Anvisa, que encaminhou para a Vigilância Sanitária do município e a equipe veio fazer a apuração da denúncia", afirma Flávia Gomes, farmacêutica da Vigilância Sanitária.


O órgão aguarda ordem do procurador jurídico do município para retirada de todo material armazenado no depósito da fábrica. Os produtos já prontos e a matéria-prima utilizada serão levados para o aterro sanitário.






Fonte: G1BA
Tecnologia do Blogger.