Ad Home

Menina de 2 anos torturada pela tia se recupera após ter morte cerebral declarada

A pequena Alexis foi viver com o pai 



Uma menina de 2 anos conseguiu sobreviver aos maus-tratos da tia, mesmo depois de ter a morte cerebral decretada. A pequena Alexis Salaz foi encontrada inconsciente, amarrada com fita isolante, embaixo de um chuveiro de água fria.


A menina foi levada ao hospital, na cidade de Colorado Springs, Estados Unidos, onde chegou a ter a morte cerebral declarada. Mas surpreendeu os médicos ao recuperar as habilidades mentais e físicas. A tia da criança, Mary Horsley, de 50 anos, foi condenada por abuso infantil e pode pegar uma pena entre 20 e 48 anos de prisão.


A mulher costumava tapar os olhos da menina com fita adesiva e colocá-la embaixo do chuveiro gelado, como forma de punição. A mãe de Alexis, Samantha Salaz, de 19 anos, também foi presa por abuso infantil e condenada a 19 anos de cadeia.


Joseph Saunders, pai da menina, disse que não sabia que tinha uma filha até o julgamento. Segundo o jornal Daily Mail, Samantha teria dito a ele que havia sofrido um aborto.


- Ela é um verdadeiro milagre - disse Joseph, que levou Alexis para viver com ele, a mulher e os filhos.
A menina está passando por sessões de terapia cinco vezes por semana. Ela ainda não consegue falar, andar ou comer sozinha.



Fonte: Extra.Globo
Tecnologia do Blogger.