Ad Home

Homem é preso após chantagear mulheres em troca de sexo na Bahia

Ele foi autuado por tentativa de estupro e interceptação ilegal.
Suspeito ameçava divulgar fotos e vídeos íntimos de vítima.


Perfil utilizado pelo suspeito para atrair vítimas. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Um corretor de imóveis foi preso na terça-feira (27) após uma mulher denunciá-lo por chantagem na Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Dreof), em Salvador.


 A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (29) que o o suspeito se passava por um piloto de avião comercial para seduzir mulheres pela internet e depois chantageá-las.


Segundo a polícia, o suspeito foi preso quando entrava no veículo da vítima que o denunciou horas antes do encontro e foi autuado por tentativa de estupro e interceptação ilegal.


Segundo a polícia, o homem mantinha um perfil falso em uma rede social, na qual utilizava a foto de um modelo profissional, dando início a vários relacionamentos virtuais com mulheres na faixa dos 30 anos, sendo que a maioria era profissional liberal.


Após o primeiro contato virtual com a vítima, o suspeito instalava um programa que capturava imagens e sons em todos os momentos que as mulheres ligavam o computador, informou a polícia.


Quando conseguia obter imagens e conversas íntimas das vítimas com ele ou outras pessoas, o suspeito se apresentava às vítimas com um novo disfarce e se fazia passar por um cracker, definição usada para quem invade ilegalmente computadores de terceiros via internet, e ameaçava divulgar as fotos e vídeos, caso as vítimas se recusassem a manter relações sexuais com ele.


A última vítima, uma engenheira de 32 anos, procurou a Dreof e denunciou o suspeito. A partir daí, a polícia orientou a vítima a marcar um encontro com o corretor de imóveis, que foi preso em flagrante.


No momento da prisão, o homem estava com um notebook, em que estavam armazenados fotos e vídeos íntimos da engenheira. Em depoimento, o suspeito confessou ter chantageado mais duas mulheres. Ele está detido na carceragem da Dreof na Baixa do Fiscal, à disposição da Justiça.


Fonte: NoticiasdaBahia

Tecnologia do Blogger.