Ad Home

Guardas municipais de Salvador terão porte de armas

Convênio foi assinado entre a Prefeitura e a PF nesta quarta-feira (14).
Agentes deverão passar por exames teóricos, práticos e psicotécnicos.

O prefeito de Salvador, João Henrique, e o superintendente regional da Polícia Federal na Bahia, Carlos Daniel Veras Silver, assinaram um convênio entre a prefeitura e a Polícia Federal nesta quarta-feira (14) para que os guardas municipais tenham porte de arma de fogo.
O armamento poderá ser utilizado pelas equipes da Guarda Municipal nas ruas da capital baiana. A assinatura do convênio foi realizada no Palácio Thomé de Souza.
De acordo com a assessoria da Guarda Municipal de Salvador, o objetivo é garantir a segurança tanto do cidadão quanto dos próprios guardas em locais considerados de maior risco. Dos 1328 agentes de segurança, cerca de 300 vão adquirir o porte de arma, informou a Guarda. Antes de ir para as ruas, os profissionais vão passar por treinamento, tanto técnico, para o devido manuseio da arma, quanto comportamental, incluindo acompanhamento psicológico.
Segundo o superintendente regional da Polícia Federal na Bahia, Carlos Daniel Veras Silver, os agentes só poderão adquirir o armamento após serem aprovados nos exames. O superintendente ainda informou que na cidade de Juazeiro, a 500 km de Salvador, os guardas municipais já trabalham armados.
Para atuar com arma de fogo é preciso ter a permissão da Polícia Federal, já para adquirir as armas é necessário que o Exército emita uma autorização. No caso da Guarda de Salvador, ainda segundo a assessoria, parte das armas que serão utilizadas serão cedidas pela PF, PM e Exército, a outra parte será comprada pela própria Guarda.




Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.