Ad Home

Estatuetas do Oscar leiloadas por US$ 3 mi

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas criticou a venda dos prêmios

Uma casa de leilões de Los Angeles vendeu na terça-feira, dia 28, uma coleção de 15 estatuetas do Oscar por mais de três milhões de dólares (R$ 5,1 milhões), dois dias depois da cerimônia de entrega dos prêmios da Academia.


A venda, efetuada apesar de um protesto oficial da Academia, incluiu uma estatueta de melhor roteiro para o clássico "Cidadão Kane", recebida por Herman Mankiewicz em 1941.

A casa de leilões Nate D. Sanders de Los Angeles vendeu esta estatueta por 588.455 dólares (aproximadamente R$ 1 milhão), o maior preço pago por um Oscar.

O Oscar de melhor filme para "Cavalcade" (Cavalgada) em 1933 conseguiu o segundo maior preço, 332.165 dólares (R$ 566,4 mil), enquanto a estatueta de melhor filme para "Skippy" em 1931 foi arrematada por 301.973 dólares (R$ 514,9 mil).

O prêmio de melhor filme de 1941, vencido por "Como Era Verde Meu Vale", foi vendido por 274.520 dólares (R$ 468,1 mil).

"As pessoas continuam atraídas pela magia dos filmes e houve uma disputa extremamente entusiasmada pelos Oscars, que tiveram uma alta demanda e preços de venda", afirmou a empresa responsável pelo leilão.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza o Oscar, criticou o leilão. "A Academia, seus membros e os muitos artistas cinematográficos e pessoas que ganharam um prêmio da Academia acreditam fortemente que o Oscar deve ser vencido, não comprado", afirma em um comunicado.

"Infelizmente, como nossos acordos com os vencedores não instituído até 1950, não contamos com os meios legais para impedir a comercialização destas estatuetas em particular", completa a nota.

Em dezembro, a mesma casa de leilões vendeu a estatueta de roteiro entregue a Orson Welles por "Cidadão Kane" por 900.000 dólares (R$ 1,53 milhão).

Band
Tecnologia do Blogger.