Ad Home

Dilma promete manter compromisso com a Fifa, diz Blatter após reunião

Presidente da Fifa se reuniu com Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.
Reunião ocorreu em meio a polêmica sobre venda de bebida em estádios.


O ex-jogador Pelé, Joseph Blatter e Dilma em reunião no Palácio do Planalto (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)
Pelé, Joseph Blatter e Dilma em reunião no Palácio do Planalto 
O presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, afirmou nesta sexta-feira (16) que obteve da presidente Dilma Rousseff a garantia de que o Brasil cumprirá todos os compromissos firmados com a entidade para a realização da Copa de 2014.


Ele participou de uma reunião com a presidente no Palácio do Planalto, que também teve a presença do ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, "embaixador honorário" do Brasil para a Copa; do ministro do Esporte, Aldo Rebelo; e do ex-jogador Ronaldo Nazario, integrante do Comitê Organizador Local (COL) da Copa 2014.


Depois de uma boa reunião, chegamos à conclusão de que o governo federal e a Fifa precisam trabalhar em conjunto para que possamos organizar uma das maiores copas de todos os tempos. [...] A presidente Dilma também garantiu que todas as garantias necessárias para a Copa serão entregues à Fifa", afirmou Blatter em coletiva de imprensa após a reunião.


O encontro com Dilma foi solicitado por Blatter depois da crise motivada por declaração atribuída ao secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, de que o Brasil precisava de um “chute no traseiro” devido aos atrasos nos preparativos para a Copa. Tanto Blatter quanto Valcke pediram desculpas pelo episódio em cartas enviadas ao Ministério do Esporte. O governo aceitou as desculpas.


Ele afirmou que a "ideia agora é o governo federal trabalhar em conjunto com a Fifa para estreitar melhor esses laços e para não deixar tanto tempo passar". A última reunião entre o presidente da Fifa e a presidente Dilma Rousseff foi no ano passado.


Na entrevista, Blatter comentou o episódio envolvendo Valcke.Segundo ele, "o tema do secretário-geral da Fifa é um tema interno da Fifa. Valcke continua trabalhando para a Fifa. O problema entre ele e o Brasil é um problema que pertence ao presidente da Fifa e eu vou solucionar. Vocês podem dar um tempo para que eu possa solucionar? Obrigado."


Blatter também falou sobre a recente mudança no comando da CBF - Ricardo Teixeira deixou a presidência da entidade e no lugar dele assumiu José Maria Marin. "A respeito da mudança da presidência da CBF, e do Comitê Organizador Local, temos novas pessoas. É uma mudança natural que acontece o tempo todo no mundo."‎‎




Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.