Ad Home

Nova versão da Lei da Copa prevê meia-entrada apenas para idosos


O deputado Vicente Cândido (PT-SP) protocolou nesta segunda-feira (27) mais uma versão do relatório da Lei Geral da Copa na comissão da Câmara dos Deputados que analisa a proposta. O projeto deve ser votado na terça-feira (28), e se for aprovado, ainda deve passar por votações no plenário da Câmara e no Senado.

A demora em aprovar a proposta é um dos pontos de atrito entre o governo brasileiro e a Fifa, que tem pressa em resolver as pendências legais do evento. Os pontos mais polêmicos da lei se referem à venda e consumo de bebidas alcoolicas nos estádios e à meia-entrada para estaudantes.

Segundo o portal de notícias G1, o novo texto da Lei da Copa prevê meia-entrada apenas para idosos, e cria uma cota de 300 mil ingressos populares para estudantes e beneficiários de programas de transferência de renda. A proposta também afasta a incidência de outras leis, federais ou estaduais, que possa estabelecer a meia-entrada. Esse dispositivo foi criado para que, caso o Estatuto da Juventude for aprovado, não tenha validade para a Copa do Mundo.

Quanto às bebidas alcóolicas, não houve alteração. A nova versão do texto mantém a permissão da venda e consumo de bedidas em estádios, mas não estende a liberação para outros eventos ou campeonatos. O Estatuto do Torcedor proíbe a comercialização e uso de bebidas nos estádios durante os jogos.
BC
Tecnologia do Blogger.