Ad Home

Dicas de Mulher Moderna


 O Oriente está na moda até no sexo. A última novidade é aplicar a filosofia Tao para melhorar sua vida sexual, buscando um equilíbrio por meio da dieta, da meditação, da respiração, com certos exercícios e, sobretudo, com uma forma especial de praticar sexo.
A filosofia taoísta vem da China, onde há mais de dois mil anos se tem a consciência de que a sexualidade é uma parte integral do ser humano. Para o taoísmo não existe a repressão ou a culpa. O sexo não é somente satisfação, mas algo saudável tanto física como psiquicamente e está relacionado com a beleza e a longevidade. Os orientais têm praticado a “arte sexual” durante milênios partindo dos princípios básicos do Tao. Os pontos mais importantes nos quais o Tao do sexo e do amor diferem da sexualidade ocidental são o controle de ejaculação, a satisfação plena da mulher e a diferença entre orgasmo masculino e a ejaculação.

Saúde física e mental

 

Os sexólogos do Ocidente estão descobrindo essas particularidades do Oriente. Tanto o Tao, quanto as teorias sexuais modernas, propõem que o objetivo da relação sexual não deve ser simplesmente o orgasmo e a ejaculação. O Tao vai além, indicando que o objetivo do sexo é a saúde mental e física tanto do homem como da mulher. Aplicando os príncipios do Tao você pode transformar sua sexualidade em uma experiência nunca antes imaginada.
Para o Tao, a harmonia existente entre o yin e o yang também se aplica no ato sexual, de maneira que, sem se importar com o cansaço, a energia e o tempo que se tenha, as pessoas possam levar a cabo uma união sexual satisfatória que envolva um alto nível de amor entre o casal, fortalecendo o vínculo entre as duas partes. O Tao convida os amantes a desfrutar do outro sem pressa.
Colocando em prática as técnicas e posições dessa filosofia oriental, os casais poderão desfrutar de níveis de sensualidade, afeto e erotismo nunca antes alcançados. As técnicas do Tao mostram um conhecimento profundo do funcionamento do corpo e das emoções humanas de cada sexo. Seu objetivo é cultivar o prazer, aumentando-o tanto na qualidade quanto na quantidade. Mas para isso não basta apenas carícias mútuas sem a satisfação dos sentido: tocar, ouvir, olhar e saborear o companheiro. O Tao te ajuda a ter idéias para preparar esta “arte de amar”.

Fonte: OficinadaMulher
Tecnologia do Blogger.